Como melhorar a saúde intestinal? Veja o que fazer e o que evitar

Imagem do post Como melhorar a saúde intestinal? Veja o que fazer e o que evitar

Saber como melhorar a saúde intestinal pode trazer benefícios muito além de apenas garantir o bom funcionamento do intestino e evitar a constipação.

Afinal, a microbiota intestinal influencia várias funções metabólicas e imunológicas que ajudam a manter o organismo humano funcionando bem e de forma saudável. ¹

Por isso, se você ainda não sabe qual a importância da microbiota intestinal para a saúde humana, nem o que fazer para garantir o seu equilíbrio, chegou a hora de descobrir.

Continue a leitura e veja como o intestino impacta em sua saúde geral, além do que fazer e o que evitar para deixá-lo sempre saudável.

Qual a importância da microbiota intestinal para a saúde humana?

Não dá para falar em saúde sem falar em saúde intestinal. Isso porque, diferentemente do que muitos pensam, a ação do intestino não apenas é garantir a digestão e a absorção de nutrientes, como também pode impactar em outros sistemas do nosso organismo. ¹

Por isso, entender qual a importância da microbiota intestinal para a saúde humana é indispensável.

A microbiota intestinal é o nome dado aos trilhões de bactérias, vírus, fungos e protozoários que vivem em nosso intestino, e possuem funções importantes para a qualidade de vida. ²

Entre esses microrganismos vivos, a maioria são bactérias, classificadas como patogênicas, quando estão associadas a doenças, ou probióticas, quando são agentes benéficos que ajudam a melhorar a saúde. ²

Para garantir uma saúde intestinal em dia, é importante garantir um equilíbrio da microbiota, pois ela pode afetar diretamente outros sistemas indispensáveis para nossa vida. ¹

Abaixo, você pode conferir como a microbiota pode impactar diretamente não apenas a saúde intestinal, mas o organismo como um todo:

Fortalece o sistema imunológico

É muito comum pensarmos logo na saúde intestinal quando falamos na função da microbiota, mas sua ação vai muito além.

O sistema imunológico, por exemplo, é um dos pilares do organismo humano que também sofre grande influência da microbiota intestinal. ¹

Isso acontece porque os microrganismos probióticos formam uma barreira protetora no intestino que ajuda a prevenir doenças e infecções. ¹

Quando essa “parede” não está forte o suficiente, ou seja, quando está desregulada, agentes patogênicos conseguem ultrapassá-las e causar doenças.

Assim, se a flora intestinal está desequilibrada, o nosso corpo se torna mais vulnerável. Já quando está equilibrada, o organismo humano se mostra mais forte e resistente no combate aos patogênicos. ¹

Mantém a saúde cardiovascular

Outro aspecto que pode sofrer influência da saúde intestinal é o sistema cardiovascular, que também pode ser afetado por alterações da microbiota.

Quando equilibrada, a flora intestinal atua no controle do colesterol, auxiliando no aumento do “bom” colesterol e na redução do que é considerado “ruim”. ²

Além disso, cuidar da saúde intestinal pode ajudar a combater doenças cardíacas, pois contribui na manutenção das artérias, evitando obstruções que poderiam colocar o funcionamento do coração em risco. ²

Reduz o risco de diabetes

A saúde intestinal também pode beneficiar no controle do açúcar no sangue, o que contribui para a prevenção do desenvolvimento de diabetes. ³

Principalmente em crianças, quando a flora intestinal está equilibrada, ela se liga a células de açúcar para ajudar em sua eliminação. ³

No entanto, o contrário também pode acontecer: quando há um consumo excessivo de açúcar, a microbiota é desregulada, o que contribui para o aumento de bactérias nocivas no intestino. ³

Controla o peso corporal

Certamente você já deve ter ouvido falar sobre a relação entre a saúde intestinal e emagrecimento, e isso é uma verdade: a flora intestinal pode afetar o seu peso corporal. 4

Isso acontece porque a microbiota também pode interferir em questões metabólicas no organismo humano. 4

Assim, um quadro de desequilíbrio da microbiota pode contribuir para o ganho de peso, pois faz com que a função metabólica do organismo fique comprometida. 4

Da mesma forma, quando o intestino está saudável, o metabolismo funciona melhor, e pode ajudar a manter o peso desejado e ideal. 4

Melhora a saúde intestinal

Por fim, mas extremamente importante, não podemos esquecer a importância da microbiota para a saúde intestinal. 5

Doenças intestinais, como a síndrome do intestino irritável e doença de Crohn, assim como a constipação, podem estar diretamente relacionadas a uma alteração aguda da flora intestinal. 5

Além disso, a flora intestinal também impacta diretamente no funcionamento do intestino, na digestão dos alimentos e no processo de nutrição. 5

Como melhorar a saúde intestinal?

Agora que você sabe qual a importância da microbiota intestinal para a saúde humana, deve estar se perguntando como melhorar a saúde intestinal, certo?

Existem alguns cuidados que você pode tomar para garantir que o sistema gastrointestinal e, consequentemente, todo o seu organismo permaneça saudável. Como, por exemplo:

Manter uma alimentação saudável

Esse é um dos principais passos quando falamos em como manter o intestino saudável, e você pode até mesmo já ter recebido essa dica, mas sabe qual a relação entre a alimentação e a saúde intestinal?

Depois de questões relacionadas ao nascimento, a alimentação é o pilar de maior relação com um intestino saudável. ¹

Isso porque o que nós consumimos pode alterar significamente a flora intestinal, causando desequilíbrios que podem colocar a saúde em jogo.

Por isso, um dos principais aspectos que deve-se considerar quando falamos em como melhorar a saúde intestinal é reavaliar sua dieta.

Prefira uma alimentação saudável, baseada em alimentos orgânicos, como frutas e vegetais. ¹

Também é importante inserir alimentos fibrosos que contribuem para o bom fluxo intestinal e para o aumento de bactérias benéficas. 6

Não usar antibióticos excessivamente

Outro ponto indispensável para a saúde intestinal é evitar o uso exagerado e prolongado de antibióticos. 7

Por mais que às vezes seja necessário, é importante não exceder no uso, pois isso pode contribuir para o desequilíbrio da microbiota. 7

Isso acontece porque os medicamentos químicos são desenvolvidos para combater agentes patogênicos, causadores de doenças.

No entanto, eles não conseguem separar os microrganismos nocivos dos benéficos, e acabam causando também a eliminação das bactérias boas para o intestino.

O que pode resultar em alterações agudas da microbiota, um cenário nada favorável para uma boa saúde intestinal. 7

Aumentar o consumo de probióticos

Também é possível melhorar a saúde intestinal por meio do consumo de probióticos, microrganismos vivos benéficos para o funcionamento do intestino e de todo o organismo humano. 5

Você pode aumentar o consumo por meio de alimentos naturalmente ricos em probióticos, como: kefir, iogurte natural, leite fermentado, etc.

Ou por meio da suplementação por meio de soluções líquidas, em cápsulas ou em sachês, misturados a outros alimentos para ser consumido.

Quer melhorar sua saúde intestinal? Conheça o Tamarine Probium

Uma flora intestinal equilibrada contribui para a saúde intestinal e o bom funcionamento do organismo humano e, como vimos, a suplementação de probióticos pode ser uma aliada para isso!

Com o Tamarine Probium, você pode contribuir para a ingestão de 2 bilhões de bactérias8 boas para o seu intestino, trazendo inúmeros benefícios para o bom desempenho do seu organismo.

Quer melhorar a sua saúde? Conheça melhor o Tamarine Probium e aproveite!

Tamarine Probium. Alimento registrado no MS sob nº 6.6122.0004. Janeiro/2022.

Referências
  1. 1 1 Rooks MG, Garrett WS. Gut microbiota, metabolites and host immunity. Nat Rev Immunol. 2016;16(6):341-352. Disponível em https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27231050/. Acesso em janeiro/2022.

  2. 2 2 Fu J, Bonder MJ, Cenit MC, et al. The Gut Microbiome Contributes to a Substantial Proportion of the Variation in Blood Lipids. Circ Res. 2015;117(9):817-24.

  3. 3 3 Kostic AD, Gevers D, Siljander H, et al. The dynamics of the human infant gut microbiome in development and in progression toward type 1 diabetes. Cell Host Microbe. 2015;17(2):260-73.

  4. 4 4 Patterson E, Ryan PM, Cryan JF, et al. Gut microbiota, obesity and diabetes. Postgrad Med J. 2016;92(1087):286-300. 

  5. 5 5 Halfvarson J, Brislawn CJ, Lamendella R, et al. Dynamics of the human gut microbiome in inflammatory bowel disease. Nat Microbiol. 2017;2:17004.

  6. 6 6 Heiman ML, Greenway FL. A healthy gastrointestinal microbiome is dependent on dietary diversity. Mol Metab. 2016;5(5):317-320.

  7. 7 7 Angelucci F, Cechova K, Amlerova J, Hort J. Antibiotics, gut microbiota, and Alzheimer's disease. J Neuroinflammation. 2019;16(1):108.

  8. 8 8 Rotulagem do produto Tamarine Probium.