Saúde intestinal e envelhecimento saudável.

O estilo de vida que adotamos hoje pode se refletir em nossa qualidade de vida no futuro e contribuir para um envelhecimento mais saudável.1 O intestino é capaz de influenciar a saúde por completo, podendo desempenhar funções importantes em nosso sistema imune, em nosso humor, concentração, no metabolismo e até mesmo na saúde da pele. É por isso que cuidar da saúde intestinal desde jovem, cultivando hábitos saudáveis diariamente, contribui para que se tenha mais longevidade.2-4

Ao longo da vida, lidamos com diversas alterações normais em nosso organismo. Além da redução da massa muscular e da massa óssea, a função intestinal também precisa de mais atenção com o tempo. Os movimentos intestinais que fazem a digestão e absorção dos nutrientes podem diminuir gradualmente. Isso faz com que o trânsito intestinal fique mais lento, o que pode facilitar um quadro de intestino preso/prisão de ventre.5

A diminuição dos movimentos intestinais acontece de forma natural durante o processo de envelhecimento. Somado a isso, outros fatores podem contribuir para a prisão de ventre como: o uso de determinados medicamentos, o sedentarismo, alterações na alimentação, baixa ingestão de líquidos e as próprias condições de saúde do idoso.5

A alimentação saudável e a prática de exercícios são dois dos pilares do envelhecimento saudável e também podem minimizar a perda natural dos movimentos intestinais. Sabendo que o intestino pode ser influenciado por estes aspectos, procure manter o corpo em movimento, aposte nas fibras alimentares que ajudam a manter a regularidade do hábito intestinal e não deixe de fazer, periodicamente, seus exames de rotina com o acompanhamento de seu médico.6


Referências:

1. Araújo DSMS, Araújo CGS. Aptidão física, saúde e qualidade de vida relacionada à saúde em adultos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. 2000; 6(5): 194-203.

2. O'neill CA, Monteleone G, McLaughlin JT, Paus R. The gut‐skin axis in health and disease: A paradigm with therapeutic implications. BioEssays. 2016;38(11);1167-1176.

3. Sommer F, Ståhlman M, Ilkayeva O, Arnemo JM, Kindberg J, Josefsson J, et al. The gut microbiota modulates energy metabolism in the hibernating brown bear Ursus arctos. Cell reports. 2016; 14(7), 1655-1661.

4. Mayer EA, Tillisch K, Gupta A. Gut/brain axis and the microbiota. J clin invest. 2015;125(3);926-93.

5. Albuquerque FRVS, Cavalcante JLP. Constipação intestinal e consumo alimentar em grupo de idosos: um estudo bibliográfico. Revista Kairós Gerontologia, 2016, 19(4), 293-304.

6. Franchi KMB, Montenegro RM. Atividade física: uma necessidade para a boa saúde na terceira idade. Revista Brasileira em Promoção da Saúde. 2005; 18(3): 152-156.

Ficou curiosa? Aqui tem +

O que é intestino preso?

A prisão de ventre, também conhecida como intestino preso, é caracterizada pelo número de idas ao banheiro...

Mau funcionamento do intestino e o impacto na vida social

Um dos problemas intestinais mais comuns e que afeta grande parte da população é a constipação, mais conhecida como prisão de ventre...

Mau funcionamento intestinal e humor

O humor do ser humano muitas vezes corresponde ao momento em que estamos passando em nossas vidas...

Por: Fabiana Barreto - CRN 9294

As opiniões emitidas neste material são de responsabilidade da autora. A Hypera Pharma S.A. não se responsabiliza pelo conteúdo técnico-científico deste informativo.

STUMP, Sylvia Escott. Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 9 ed. São Paulo: Roca, 1998.

MURA, Joana D´Arc Pereira; SILVA, Sandra Maria Chemin Seabra: Alimentação, Nutrição e Dietoterapia. 1 ed. São Paulo: Roca, 2007.

STURMER, Joselaine: Comida: um santo remédio. 1 ed. São Paulo: Vozes, 2003.

BALCH, James; STENGLER, Mark: Tratamentos naturais. 1 ed. São Paulo: Campus, 2005.

MCARDLE, William; KATCH, Frank; KATCH, Victor: Fisiologia do exercício - Nutrição, Energia e Desempenho. 5 ed. São Paulo: Guanabara Koogan, 2003